24°C

11°C

final

3 e 4

A Prefeitura de São Paulo está organizando uma reorganização da educação municipal. Com ela, o ensino nas escolas municipais vai ter mais qualidade. Mas antes das mudanças serem implantadas, queremos saber sua opinião. Colabore acessando www.maiseducacaosaopaulo.prefeitura.sp.gov.br
imprensajovem


Professores e alunos-repórteres da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Florestan Fernandes apresentam o Imprensa Jovem. Trata-se de uma agência de notícias dentro da escola, onde alunos produzem o conteúdo de blogs, zines, jornais murais, programas de rádio e vídeos. Atuando em diversas plataformas de comunicação sob orientação dos professores educomunicadores.

Compartilhe:

Discussão - 9 comentários
  1. Cristina

    ago 30, 2013  at 14:53

    É preciso qualificar esse trabalho para que realmente contribua para a aquisição das competências leitora e escritora. O professor Gestor de projetos de Educomunicação nas escolas precisa receber formação constante para ampliar a intencionalidade de suas ações e vivenciar momentos de troca de experiências com outros colegas que desenvolvem o mesmo tema.
    Esses momentos de troca de experiências precisam envolver os alunos também, em encontros de equipes de Imprensa Jovem.

    Responder

  2. Helena Goldammer Lenz

    ago 30, 2013  at 14:53

    Minha neta tem mestrado em literatura na Usp, leciona como substituta e no ano passado fez um blog junto com os alunos. Neste ano alocada numa escola perto de uma favela, não consegue nada, só stress

    Responder

    • Jose Marcelo da Silva

      set 01, 2013  at 14:53

      Quer dizer então quem quem mora em favela não aprende nada, não se consegue nada,só stress, algo está errado e não é pelo fato da escola estar inserida perto de uma Comunidade, talvez seja a dinâmica do trabalho, verificar a realidade e apresentar algo que possa trazer mudanças na vidas dos alunos.

      Responder

      • Sônia Ferreira

        set 11, 2013  at 14:53

        Sou Professora de Informática Educativa em uma escola que fica na periferia de São Paulo, praticamente dentro da favela e tenho excelentes alunos que são repórteres da Imprensa Jovem e desenvolvem um trabalho muito sério e com responsabilidades.Creio que não é o lugar em que fica situada a escola ou que moram os alunos que determinam a capacidade de aprender de um aluno e sim o trabalho desenvolvido pelos profissionais da escola em conjunto com a família dos alunos. A participação da família na vida escolar de uma criança ou jovem é fundamental para sua aprendizagem.

        Responder

  3. Prof.ª Janete

    set 02, 2013  at 14:53

    Esta escola compartilha saberes.
    Parabéns a todos!

    Responder

  4. Marcelo

    set 02, 2013  at 14:53

    O incentivo a projetos como xadrez; vocacional de artes cênicas, música, esportes entre tantas ações na rede municipal é crucial para a produção de uma educação mais ampla e de tempo integral.Contudo, o grande desafio é estabelecer um elo entre os vários fazeres e o entendimento que a comunidade escolar tem do propósito desse modelo de educação…

    Responder

  5. Sonia

    set 06, 2013  at 14:53

    Compartilho desta ideia da Imprensa Jovem + rádio. Só tenho dúvidas e estou muito insegura quando penso em 2014. Como ficará a atribuição de aulas? Teremos condições de continuar como professores educomunicadores? Precisamos que este projeto alcance novos alvos, mais reuniões com os gestores, professores e alunos. Mais formações e espaço de divulgação, mais câmeras, mais gravadores, mais gente se comunicando, escrevendo, lendo, publicando…. Não ficarei feliz se eu perder o espaço de formação que tenho hoje ( programa ampliar ) precisamos dele para continuar avançando.

    Responder

  6. Maria de Lourdes P.Oliveira

    set 08, 2013  at 14:53

    Gostei.

    Responder

  7. Maria Helena Peloia

    set 12, 2013  at 14:53

    Gostaria de saber se nossas crianças terão ensino de qualidade,no municipio de S.P como em SANTANA DE PARNAIBA ,que tem ensino de qualidade,compromisso com as crianças fazendo delas pessoas de qualidade cidadaos,com futuro ,prontos para seguir em frente ,.Ou será que continuaremos acumulando gente de quinta categoria,sem futuro algum?

    Responder

Escreva seu comentário