24°C

11°C

final

3 e 4

A Prefeitura de São Paulo está organizando uma reorganização da educação municipal. Com ela, o ensino nas escolas municipais vai ter mais qualidade. Mas antes das mudanças serem implantadas, queremos saber sua opinião. Colabore acessando www.maiseducacaosaopaulo.prefeitura.sp.gov.br

Há quase três anos como professora orientadora de informática educativa da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Plínio de Queiroz, no bairro de Parque Boa Esperança, na zona leste da capital, Simone Oliveira viu na tecnologia uma forma de trabalhar a leitura e a escrita com seus estudantes, de uma maneira dinâmica e estimulante.

Professora Simone de Oliveira (Foto: Reprodução)

Professora Simone de Oliveira (Foto: Reprodução)

No dia a dia, a docente observou que o apoio dos colegas e da Diretoria Regional de Educação (DRE) na formação faz a diferença. “A prática compartilhada é fundamental. Quando você tem um projeto e há um olhar colaborativo, ele pode melhorar”, aponta.

Os espaços de formação são importantes, segundo Simone, não só para quem já trabalha com a tecnologia – para estimular a criatividade e trocar experiências em projetos –, mas também para os professores que ainda não estão completamente habituados às novas possibilidades. “A formação diminui a ansiedade do professor para experimentar e para descobrir como melhorar suas práticas. Não é um bicho de sete cabeças”, diz.

A valorização dos professores e de sua formação são dois dos focos do Programa Mais Educação São Paulo, que pretende reorganizar o currículo e a administração da Rede paulistana. Está sendo estudada a criação de um sistema de formação de educadores na capital.

Os projetos

Simone está há 13 anos na escola e, em 2010, lecionava ciências no Ensino Fundamental 2. Foi quando teve a ideia de apresentar um projeto para o Conselho da Escola para se tornar professora orientadora de informática educativa. Ele foi aprovado, e a professora não mudou mais de função. Hoje seus estudantes estão no 1º, 2º, 6º e 8º anos do Fundamental, ou seja, são pequenininhos e adolescentes.

Neste ano, seu trabalho está focado bullying, prática de agressões verbais e físicas que costumam ocorrer no ambiente escolar. Ela usa redes sociais para realizar a discussão, com atividades, questionamentos, debates. Ao fim, cada aluno avalia sua participação, dedicação e frequência – e os resultados são todos sistematizados por Simone.

Outro projeto desenvolvido pela docente foi com o Google Earth, estimulando estudantes a discutirem as distâncias e a identificarem espaços como parques na vizinhança de suas casas e da escola. No primeiro como professora de informática, Simone discutiu a sustentabilidade.

Para saber mais sobre o trabalho de informática educativa da escola, consulte o blog da Emef Plínio de Queiroz.

Compartilhe:

Discussão - 7 comentários
  1. Poie Luciana Camilo

    set 20, 2013  at 15:49

    Simone parabéns ,adorei seu trabalho ,também sou Poie e estou desenvolvendo atividades contra o bullying no Edmodo com meus alunos.Tive a minha prática publicada semana passada e fico feliz em saber que muitos colegas estam fazendo o mesmo.Excelente seu trabalho.Abraços

    Responder

    • SIMONE OLIVEIRA

      set 21, 2013  at 15:49

      Obrigada Luciana. Procuramos desenvolver um bom trabalho como Poies e sei como a formação muitas vezes é o momento de esclarecermos nossas dúvidas e melhorarmos nossas práticas. O espaço colaborativo me ajudou e espero que venha ajudar ainda outros professores na rede. Abraços

      Responder

  2. luziadefatima

    set 23, 2013  at 15:49

    Ótima iniciativa, são de educadores assim que estamos precisando, que gostam e acreditam naquilo que fazem, este mundo está carente de mais de educação, comprometimento e responsabilidade. Parabéns pelo belo trabalho.

    Responder

  3. Regina Gavassa

    set 24, 2013  at 15:49

    Parabéns Simone, trabalhar com tecnologia com um olhar integrador faz toda a diferença no espaço escolar.

    Responder

    • Simone Oliveira

      set 30, 2013  at 15:49

      Obrigada Regina. Tenho crescido muito nesse processo e você tem um papel muito importante nisso. É muito bom poder contar com uma formadora que tem um olhar diferenciado para nosso trabalho, sempre nos estimulando a aprender. Obrigada pelos socorros! Bjs

      Responder

  4. Marcio - POIE CEU EMEF ALTO ALEGRE

    set 30, 2013  at 15:49

    Simone, viu como valeu a pena everedar por esse caminho? Eu nao fali que voce iria gostar? Parabéns!!

    Responder

    • Simone Oliveira

      set 30, 2013  at 15:49

      Oi Márcio, obrigada. É verdade, inicialmente fiquei muito apreensiva. Ainda há momentos que fico bastante ansiosa, cheia de dúvidas, mas o apoio dos colegas, da formação, da coordenação e direção da minha escola tem sido fundamental para que eu continue procurando fazer um bom trabalho. Obrigada pelo apoio! Bjs

      Responder

Escreva seu comentário